Arautos d'El-Rei | O condicionamento da liberdade de opinião imposto pelas esquerdas radicais na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas
1389
post-template-default,single,single-post,postid-1389,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

O condicionamento da liberdade de opinião imposto pelas esquerdas radicais na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Na passada terça-feira, dia 7 de Março, ia ter lugar no Auditório 2 da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa a conferência-debate subordinada ao tema: “Populismo ou Democracia? O Brexit, Trump e Le Pen em debate”, com Jaime Nogueira Pinto.
Esta conferência, que tinha já confirmada a presença de mais de duas centenas de pessoas, estava a ser organizada pela Nova Portugalidade, uma associação que surgiu nos meios universitários em 2016 e que tem como principal objectivo contribuir, através das suas iniciativas, para ajudar a reerguer o mundo de fala portuguesa.
Como que, inesperadamente, a referida conferência foi cancelada: “devido à ameaça, que a direcção da FCSH estima séria, de que venham a ser perpetradas contra ela violências por bandos da esquerda radical.”, como refere Rafael Pinto Borges, um dos membros da direcção da Nova Portugalidade na página do Facebook da associação.
Sob o pretexto de tratar-se de “um evento associado a argumentos colonialistas, racistas e xenófobos” a Associação de Estudantes da FCSH apresentou uma moção a apelar à Direcção da faculdade para que cancelasse a conferência.
Fica claro que as razões aduzidas pela Associação de Estudantes para o cancelamento da conferência-debate, para além de constituírem uma ofensa aos organizadores da conferência e ao próprio conferencista, apelidando-os de racistas e xenófobos, estão claramente imbuídas de uma visão ideológica intolerante, influenciada pelas ideias da esquerda radical “…de quem quer calar opiniões contrárias” como referia o Professor Jaime Nogueira Pinto ao Correio da Manhã a propósito do cancelamento da conferência.
Estou convicto de que a exposição que o Professor Jaime Nogueira Pinto ia fazer sobre o Brexit, Trump e Le Pen, iria muito possivelmente assentar numa análise destes três fenómenos, partindo de pressupostos essencialmente diferentes daqueles que nos são apresentados diariamente pelos media mainstream, daí o título da conferência: “Populismo ou Democracia?”
Talvez seja essa uma das razões que, antes mesmo da realização da conferência, tivesse deixado incomodados alguns sectores no meio universitário e mesmo no espectro político-partidário, sobretudo das esquerdas.
Reputo de totalmente inaceitável e repudio, por isso, a tomada de decisão da Direcção da FCSH que, cedendo à chantagem ideológica de uma Associação de Estudantes, tenha impedido um grupo de jovens universitários de realizar uma conferência-debate, no espaço por excelência para o debate de ideias, pela única e simples razão de que a sua abordagem ao tema da conferência não se coaduna com a visão ideológica e facciosa do mundo e da sociedade das esquerdas radicais.

José Filipe Sepúlveda da Fonseca

Crónica Semanal para a Rádio Universidade FM de Vila Real, 9/3/2017



Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close