Arautos d'El-Rei | Europa: A síndrome da autodestruição
341
post-template-default,single,single-post,postid-341,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Europa: A síndrome da autodestruição

__________________________

O declínio dos nossos Valores dá lugar à ascensão do neo-paganismo

“Privadas dos seus princípios legitimadores externos e superiores, as modernas sociedades europeias parecem ter sido como que atingidas pela síndrome da autodestruição. Corolário deste facto é o êxito que conhecem as seitas, a recuperação das superstições, o entusiasmo pela cartomancia, o culto das estrelas e o hedonismo, mas também a atracção pelo islamismo, que é simultaneamente uma espiritualidade de substituição de acesso fácil e um instrumento de autopunição particularmente atractivo para a alma europeia suicidária e autoflagelatória.”

Fonte: Alexandre del Valle, “A Islamização da Europa”, Civilização Editora, Porto, 2009, pág.331



Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close