Arautos d'El-Rei | Como a Igreja criou a Europa
45
post-template-default,single,single-post,postid-45,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive
Catedral de Chartres

Como a Igreja criou a Europa

A origem profunda da grave crise de identidade da Europa está num antigo mito de que a Igreja Católica e as Monarquias Feudais teriam mantido o continente na obscuridade e na miséria durante séculos até que a suposta “emancipação”, trazida pelo Humanismo e pelo Iluminismo, abriu o caminho à ciência, à liberdade e à prosperidade actuais. Esta visão, divulgada por discursos, livros de escola e tratados de História, é simplesmente falsa.

João César das Neves

“(…) a Igreja Católica, vencendo o paganismo obscurantista e civilizando os bárbaros, foi uma poderosa força dinâmica, estabelecendo os valores de tolerância, caridade e progresso que criaram a sociedade contemporânea. A Idade Média, conhecida como “Idade das Trevas”, foi uma das épocas de maior desenvolvimento e criatividade técnica, artística e institucional da História.”

Leia o artigo completo no Diário de Notícias



Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close