Arautos d'El-Rei | Acordo Ortográfico: Regra que anula regra
629
post-template-default,single,single-post,postid-629,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Acordo Ortográfico: Regra que anula regra

O Acordo Ortográfico de 1990, além da sua discutível legalidade e constitucionalidade, também peca vergonhosamente por falta de qualidade…

“A titulo de exemplo, leia-se a alínea g do nº 1 da Base XIX do AO90 (*):

“1º A letra minúscula inicial é usada: (…) g) Nos nomes que designam domínios do saber, cursos e disciplinas (opcionalmente, também com maiúscula): português (ou Português), matemática (ou Matemática); línguas e literaturas modernas (ou Línguas e Literaturas Modernas).” (sic).

A norma tem uma redacção absurda, pois contém uma regra que é logo infirmada pela excepção, excepção essa que tem um âmbito igual ao da regra e assim lhe retira eficácia vinculativa, concluindo-se, com estupefacção, que a regra foi escrita para estabelecer que não existe regra.

Nos próprios enunciados, o AO90 comete erros ortográficos “tout-court” (como “insersão” e “benção”) e erros ortográficos nos termos da grafia que vem propor, além de omitir, em certas páginas, as facultatividades que, noutros locais, consagra.

Quanto à seriedade deste “trabalho”, está tudo dito.”

Fonte: Carta de Madalena Homem Cardoso (Médica) ao Ministro da Educação e Ciência, Dr. Nuno Crato, 24 de Março de 2012

(*) AO90: Acordo Ortográfico de 1990



Facebook

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close