Arautos d'El-Rei | A Turquia, membro da NATO, deixa circular o inimigo…
789
post-template-default,single,single-post,postid-789,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive
Fronteira turca

A Turquia, membro da NATO, deixa circular o inimigo…

Fronteira turca deixa passar jihadistas para a Síria

Ancara tem sido criticada pela relativa facilidade com que os terroristas e os aspirantes a combatentes são capazes de transpor a fronteira da Turquia com a Síria. Como são cerca de 40 milhões os turistas que visitam anualmente a Turquia, a segurança das fronteiras não é uma tarefa fácil neste país, mas as forças de segurança poderiam estar a fazer muito mais.

Os turcos alegam dificuldades com a segurança das fronteiras e dizem que esta não é a única razão para o fracasso da Turquia em conter o fluxo de cidadãos estrangeiros que procuram juntar-se às fileiras do Estado Islâmico e a outros grupos. A mulher do terrorista de Paris que atacou o shopping Kosher, Hayat Boumeddiene, fugiu recentemente da França para a Síria, através da Turquia, o que leva novamente a perguntar se este país muçulmano (membro da NATO) tem efectivamente vontade de impedir que os terroristas transitem pelo seu território.

Fonte: “Rua Judaica“, nº 393, 6-2-2015



Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close