Arautos d'El-Rei | 20 de Janeiro – Festa do Centurião-mártir São Sebastião e nascimento de El-Rei D. Sebastião (1554)
1475
post-template-default,single,single-post,postid-1475,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive
El-Rei D. Sebastião, "O Desejado"

20 de Janeiro – Festa do Centurião-mártir São Sebastião e nascimento de El-Rei D. Sebastião (1554)

El-Rei D. Sebastião, "O Desejado"D. Sebastião foi certamente o mais desejado de todos os monarcas portugueses, tanto pelo seu ansiado nascimento como pelo seu trágico desaparecimento na batalha de Alcácer-Quibir (1578).

Non recedet memoria eius, in aeternum manebit et ultra. (A sua memória não será esquecida e há de ser lembrado eternamente)

O seu nascimento, o seu reinado e o seu desaparecimento criaram em torno dele um mito que até hoje persiste, como atesta “Um curioso documento do começo do século XVIII”:

«Devemos ainda hoje esperar pelo Senhor Rei Dom Sebastião?

«[…] a vinda deste Rei, já dizem, não há de ser só para reinar em Portugal (que para esse fim já o escusamos), mas dizem que há de vir para reinar em todo o mundo, destruir a Seita de Mafoma, desbaratar o Turco, recuperar a Terra Santa, reduzir os Hereges, reformar a Igreja e fazer uma paz geral entre os Príncipes Cristãos.»

(“SOBRE O SEBASTIANISMO – Um curioso documento do começo do século XVIII”, Editado por A. Monteiro da Fonseca, Coimbra Editora Lda., 1959)

 



Facebook

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close