Arautos d'El-Rei | Governo PSD/CDS mantém política socialista
591
post-template-default,single,single-post,postid-591,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
Pro Referendo Vida

Governo PSD/CDS mantém política socialista

Carta aos Ministros da Saúde e da Segurança Social

Em mais uma das suas assinaláveis iniciativas na luta pela Vida, o movimento Pró-Referendo Vida divulgou o texto de uma carta dirigida aos Ministros da Saúde e da Segurança Social, recordando-lhes, entre outros pontos, que:

Cem milhões de euros de custos directos e indirectos do Estado para financiar e promover o “aborto a pedido” seriam melhor aplicados em ajudas às mães e famílias em dificuldades. Num período de grave aperto orçamental não se compreende nem aceita que o Governo PSD-CDS mantenha a política de «matança do futuro», iniciada pelo PS e claramente derrotada nas últimas eleições;

– Relativamente à lei do aborto e normas conexas, a maioria absoluta PSD-CDS tem exactamente a mesma legitimidade democrática para as revogar que a anterior maioria teria para as aprovar, uma vez que o referendo de 2007 foi – de longe – não vinculativo. Se a nova maioria opta por nada fazer, além de revelar falta de coragem política, defrauda objectivamente as expectativas de uma grande parte do seu eleitorado de base, sendo certo que o assunto foi claramente um dos temas de campanha, como se sabe, por iniciativa do actual primeiro-ministro.

O texto desta carta pode ser encontrado no blog do movimento Pró-Referendo Vida, devendo ser multiplicado e assinado por todos os que estão empenhados na defesa da Vida e numa aplicação mais justa dos dinheiros públicos.