Arautos d'El-Rei | Em nome da Pátria
514
post-template-default,single,single-post,postid-514,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
Em nome da Pátria

Em nome da Pátria

Portugal, o Ultramar e a Guerra Justa

50 anos depois de ter deflagrado a Guerra do Ultramar (1961-2011) a opinião pública portuguesa continua dividida e mal informada sobre as razões que nos envolveram em tal conflito. Essa divisão e essa má informação já vêm dos tempos do Governo de Marcelo Caetano, mas agravaram-se profundamente depois de 1974, em decorrência da intensa campanha de “mentalização” promovida pelos partidos de esquerda que passaram a controlar o Poder político. “Em nome da Pátria – Portugal, o Ultramar e a Guerra Justa” aborda os temas da sustentabilidade das operações militares e das razões que levaram à desistência nacional de prosseguir o combate, quando afinal ele estava praticamente ganho no terreno. Mas neste notável contributo para a História Contemporânea de Portugal, o Autor – Ten.Coronel Brandão Ferreira (Piloto-Aviador) – aborda sobretudo as questões da justiça e do direito da guerra que  tivémos de sustentar para defender as nossas Províncias Ultramarinas.

Autor: João José Brandão Ferreira (Ten.Coronel Piloto-Aviador Ref.)
Título: Em nome da Pátria
Editora: Livros d’Hoje, Lisboa, 2009, 588 págs.
ISBN: 978-972-20-3335-0